Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com

Brasil é o primeiro país LatAm a contar com o painel OOH

25/10/2016

Especialista global em comportamento de compra, a Kantar Worldpanel lançou em janeiro deste ano o Out Of Home, painel sindicalizado e contínuo, que tem por objetivo monitorar a compra e o consumo fora do lar. Formado por 2.370 indivíduos - acima de 11 anos, de ambos os sexos e das classes AB1, B2, C1, C2 e DE -das sete principais regiões metropolitanas do país - São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Fortaleza, Curitiba e Porto Alegre - a novidade é capaz de traçar um panorama confiável que vai muito além dos KPI´s básicos de consumo como gasto, frequência, volume e marca. Sendo declaração via smartphone e em tempo real, os indivíduos também fornecem informações como o motivo da compra, local de consumo e momento do dia.
Com alta representatividade, o painel retrata aproximadamente 43 milhões de indivíduos e o Brasil é primeiro país da América Latina a contar com essa ferramenta.

Segundo o estudo Holistic View 2015, elaborado pela Kantar Worldpanel, 20% dos gastos com bebidas e alimentos no Brasil são feitos fora do lar. Número que aumenta proporcionalmente à renda familiar. As classes A e B1, por exemplo, compram e consomem 28% destes produtos em estabelecimentos comerciais. Entre a parcela DE, apenas 15% dos alimentos e bebidas são consumidos longe da própria cozinha.

Por isso, o foco do OOH é acompanhar o comportamento dos consumidores com as principais categorias consumidas fora de casa: pratos e refeições, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, salgados, salgadinhos, sanduíches, pizza, chocolates, biscoitos e barras de cereal, bolos e doces, balas e gomas, sorvete e iogurte.

Segundo dados do 1º semestre de 2016, 99,6% dos brasileiros fizeram algum tipo de consumo OOH e mais da metade do gasto (52%) foi destinado a pratos/refeições, sanduiches e pizzas, mas refrigerantes ainda é a categoria com o maior número de ocasiões.
Das ocasiões de compra e consumo fora do lar, 70% são de apenas 1 categoria e nos 30% onde há mixidade, prevalece o alimento + bebida. Dentre as bebidas, alcoólicos aparecem em apenas em 5% das ocasiões de compra, mas representam 10% do total gasto fora do lar.

Restaurantes e padarias representam 46% das ocasiões, mas o supermercado ainda é o canal mais importante principalmente associados a locais de consumo como casa dos outros, no trabalho, escola e faculdade. Nas regiões praianas, ambulantes ganham destaque.

Quanto mais jovem menor o gasto, alguns anos depois e empregos, eles se tornam os principais consumidores deste mercado. A faixa etária entre 30 e 50 anos é a que mais investe e que tem a segunda maior frequência em consumo fora do lar.

Homens e mulheres tem gastos bem parecidos fora do lar, a diferença está nas categorias consumidas: entre os homens, prevalecem as bebidas. Nota-se um padrão de compra de café pela manhã e cerveja após o fim do expediente.

As mulheres costumam começar o dia com produtos mais saudáveis, como barra de cereal, iogurte, bebidas à base de soja e água de coco. Mas conforme o dia vai passando, crescem as indulgências: chocolates, chicletes, sorvetes e salgadinhos.
Com o passar do dia mudam as motivações de consumo também para homens e mulheres, durante a manhã, o preço importa. Ao longo da tarde já se preocupam mais com o sabor e no jantar adicionam a praticidade.

Brasil é o primeiro país LatAm a contar com o painel OOH

Author

Manuela Bastian

Mídia

 

+55 11 4133-9889

Contact the author
Social
Newsletter
Twitter
LinkedIn

O nosso site utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário.
Para continuar a utilizar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. [Cookies]