Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com

E-commerce impulsiona ações de marketing

04/08/2014

De acordo com o último relatório da Kantar Worldpanel estima-se que o comércio eletrônico será responsável por uma movimentação de US$ 53 bilhões em vendas globais em 2016 – um aumento de US$ 17bilhões (47%) sobre os atuais US$ 36 bilhões.

Mesmo com toda a inclusão e expansão dos meios digitais o e-commerce ainda não é devidamente explorado ou quando explorado não traz o retorno esperado. Mas mesmo assim alguns países se destacam quando o assunto é comércio eletrônico.

Um exemplo é a Coréia do Sul, que de acordo com o relatório, é líder em vendas online e tem uma estimativa de crescimento de 13,8% no comércio digital até 2016.

Como prova de que o país tem uma grande aceitação de e-commerce, a rede inglesa de supermercados Tesco realizou uma ação inovadora nas estações de metrô da Coréia do Sul em 2011. Vice-líder de vendas no país na época, a empresa uniu marketing com mobile commerce ao instalar adesivos nas estações imitando as prateleiras de suas lojas, com diversos itens disponíveis para compra por meio de QR code.

A logística proposta era simples. Bastava a pessoa baixar o aplicativo da Tesco no seu smartphone, aproximar o celular do item desejado na prateleira virtual e pronto, o celular lia o código e adicionava o produto ao carrinho. O objetivo era fazer com que as pessoas fizessem a compra a caminho de casa e quando chegassem ao seu domicílio, seus produtos já estivessem lá a sua espera.

A ação gerou resultados positivos. A empresa teve um aumento de 130% nas vendas virtuais no país, tornando-se líder no segmento online praticamente na mesma semana de divulgação da campanha, além de ter conseguido um crescimento de 76% nas vendas gerais.

No Brasil, a empresa Mercode apostou na mesma ação da Tesco. Eles também disponibilizaram painéis no metrô de São Paulo, mas apenas com os 90 produtos mais vendidos na internet.

Em ambas as ações as empresas otimizaram o tempo do consumidor, pois as compras seriam entregues nas casas deles e criaram a oportunidade de comercializar de maneira diferente.

Seria essa a chave para desenvolver um e-commerce de qualidade?

Aqui no Brasil e-commerce ainda não tem tanto espaço, se comparado a outros países. A estimativa de vendas de e-commerce no Brasil é de apenas 1%.

Para saber mais o relatório, entre em contato com a Kantar Worldpanel.

E-commerce impulsiona ações de marketing

Entre em contato

Andrea Prandi
Gerente de Marketing

Social
Newsletter
Twitter
LinkedIn

O nosso site utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário.
Para continuar a utilizar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. [Cookies]