Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com

Países do Mercosul lidam com ano difícil em bens de consumo

14/04/2016

Criado em 1991 para integrar países em prol da livre circulação de bens, serviços e fatores produtivos, o Mercosul celebra seus 25 anos de formação em 2016. O conglomerado de países latinos adotou tarifas e políticas comerciais comuns, com o objetivo de auxiliar uns aos outros a prosperar economicamente.

No entanto, 2015 não foi um ano fácil para os países latinos e também não foi assim para quem faz parte do Mercosul, como Argentina, Brasil e Venezuela. Segundo dados da Kantar Worldpanel, os três países estão lidando com uma grande retração na aquisição de bens de consumo não-duráveis (FMCG). Os únicos setores que mostraram alta em volume foram o de laticínios, cuidados com a casa e cuidados pessoais na Argentina e o de cuidados pessoais no Brasil.

Os dados refletem um período econômico complicado na América Latina, especialmente no Brasil e Argentina. As vestas mais afetadas foram a de alimentos e bebidas, com compras menos frequentes e tíquetes médios mais altos.

No Brasil, as promoções foram uma ferramenta importante para minimizar o impacto da inflação nas compras. O único canal que mostrou alta foi o "cash & carry", um dos favoritos das donas de casa, que fazem suas compras aos sábados e não querem perder muito tempo com isso.

Na Argentina, o truque usado pelos consumidores para lidar com a má fase econômica foi manter o tamanho da compra intacto, mas espaçar mais as visitas ao mercado. Os argentinos também buscam opções com melhor custo benefício, onde promoções e marcas próprias acabam se destacando como boas alternativas. As promoções, por exemplo, já representam 20% da renda dos varejos.

Países do Mercosul lidam com ano difícil em bens de consumo
Social
Newsletter
Twitter
LinkedIn

O nosso site utiliza cookies para melhorar a experiência do usuário.
Para continuar a utilizar este site, você concorda com a nossa utilização de cookies. [Cookies]