News Center
Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com
News Center

Cerveja sem Álcool? Sem favor!

05/08/2019

Share

Cerveja sem Álcool? Sem favor!

> Artigo original publicado na Grande Consumo

Atualmente, quase 1 em cada 10 litros de cerveja consumidos em Portugal já pertence às variedades sem álcool. Apesar de este número parecer não ameaçar a supremacia de outras bebidas no mercado, a verdade é que estamos a consumir mais 33% do que em 2017. Tendo em conta que falamos de um produto com menos calorias que a sua homóloga com álcool, estará este aumento de afinidade estritamente relacionado com motivos de saúde?

À conquista do público mais jovem

Nos últimos 4 anos registámos uma adesão de quase 90 mil novos lares Portugueses à compra de cerveja sem álcool e também um incremento de um dia de compra em média por lar. Uma categoria tradicionalmente mais associada aos targets mais maduros, está cada vez mais próxima dos mais jovens. Sendo estes os maiores impulsionadores das novas vagas de alimentação saudável, o normal será questionarmo-nos o que outras bebidas estarão a sacrificar para passar a consumir cerveja sem álcool. A resposta é poucas, ou quase nenhumas.
O processo mais natural de um novo comprador destas variedades de Cerveja passa, na sua maioria, pela substituição das variedades com álcool que marcavam presença nas despensas. Nos novos consumidores jovens este processo não é tão linear assim e encontramos algumas peculiaridades. O aumento da presença deste produto nas suas despensas não significa que estão a deixar de comprar outras bebidas, são adicionados ao sortido das suas despensas. Apenas 20% do crescimento nos jovens surge por substituição por outra categoria de bebidas, seja com ou sem álcool.

Também na forma como os mais jovens encaram o consumo da cerveja sem álcool é distinto. Se por um lado os consumidores mais maduros, com maior incidência de ocasiões de consumo dentro do lar, dão preferência ao almoço, por outro os mais jovens, mais presentes no consumo fora de casa, reservam espaços de consumo mais para o final do dia, sobretudo para a hora de jantar, que representam quase metade das ocasiões. Uma das chaves para o crescimento da cerveja sem álcool nos jovens, está na capacidade de proporcionar momentos de prazer para este target que o produto possa vir a desenvolver. 

Mas apenas quando percebemos o estilo de vida dos consumidores de cerveja sem álcool é que nos apercebemos realmente que o consumo não se restringe à saúde. Apesar de apresentarem uma baixa relação com as restantes bebidas alcoólicas, além de cerveja com álcool, e serem da opinião que os produtos de baixas calorias sabem tão bem como os normais, afirmam abaixo da média serem praticantes de desporto e fazerem dieta regularmente.

Prazer sem culpa… e sem esforço!

Em suma, podemos dizer que estamos perante uma categoria que se encaixa num dos maiores drivers de crescimento para as marcas atualmente, “o prazer sem culpa”, mas para além disso sem “esforço”.

Sem esforço para o consumidor pois consegue identificar características no produto que permitem obter prazer, mas também para as marcas, pois não só não implica abdicar do consumo de outras bebidas menos saudáveis, como também não interfere com o consumo das cervejas com álcool por parte deste target mais emergente.

Entre em contacto

Cláudio Silva
Senior Expert Solutions Executive

Newsletter

Print this page

Ligue-se @ nós
Newsletter
Twitter
LinkedIn
Facebook

O nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a utilizar este site, concorda com a utilização das nossas cookies. [Cookies policy]