News Center
Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com
News Center

Chocolates: A maior procura pela indulgência saudável

08/03/2022

Share

Chocolates: A maior procura pela indulgência saudável

Em 2020, principalmente nos meses de confinamento, o comprador português procurou nos Chocolates o conforto e o bem estar necessário para enfrentar o início da pandemia, e assim o segmento cresceu de forma significativa. As Tabletes de Chocolate ganharam destaque comparadas às demais categorias, reforçando a importância de garantir nas despensas a presença deste “antidepressivo” saboroso.

Entretanto, em abril de 2021, logo após o início da fase de desconfinamento, os lares afastaram-se dos Chocolates e foram principalmente as Tabletes que mais perderam espaço. Com a possibilidade de consumir fora de casa, o interesse em cozinhar parece ter diminuído e as Tabletes para Culinária, que cresceram mais de 5p.p. em 2020, perderam atratividade neste novo contexto.

Já os formatos que oferecem praticidade e conveniência, como as Pastilhas, os Bombons e principalmente os Snacks de Chocolate ganham força entre os compradores portugueses. Os Snacks já atingem quase 50% dos lares e crescem no último trimestre (21 de junho a 10 de outubro de 2021), período que considera o verão, a volta às aulas e alguma retoma da rotina fora de casa, justificando assim a procura pela praticidade neste período. O crescimento desta categoria é transversal a todos os tipos de lares e ciclos de vida dos compradores.

O chocolate negro continua a destacar-se versus o chocolate de leite e apesar deste último manter-se como favorito entre os compradores portugueses, o chocolate negro chega a novos lares tanto na sua versão simples, como na versão com frutos secos, ressaltando assim a procura do consumidor pela indulgência saudável, já que este tipo de chocolate tende a ser visto como mais benéfico para a saúde.

Apesar deste abrandamento de Chocolates no auge do desconfinamento, o segmento regista melhores resultados do que em 2019, quando não havia a pandemia, recuperando o crescimento no último período, quando as temperaturas começaram a baixar e tenderá a manter esta recuperação nos próximos meses, tanto pelo facto de estamos no inverno e de passarm,os mais tempo em casa.

Sabemos que os próximos tempos são incertos, entretanto, os Chocolates tendem a acompanhar o consumidor português, seja dentro ou fora de casa. Os formatos mais práticos, como vimos, tendem a fazer mais sentido em períodos de alívio das restrições. Já as Tabletes, que são formatos maiores, provavelmente acompanharão os portugueses nos meses mais frios, em que passarão mais tempo no lar, seja no sofá, na mesa de trabalho ou na cozinha a preparar uma deliciosa sobremesa.

Porém, devido a uma maior preocupação com a saudabilidade e também um aumento do interesse pelas tendências atuais, Chocolates que ofereçam benefícios a saúde associados, tenham redução de açúcares e lactose, sejam vegan ou preparados com leite vegetal, tendem a ganhar relevância e destacar-se no mercado.

Entre em contacto

Thamires Pires
Senior Client Executive

Newsletter

Print this page

Ligue-se @ nós
Newsletter
Twitter
LinkedIn
Facebook

O nosso site utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a utilizar este site, concorda com a utilização das nossas cookies. [Cookies policy]