Kantar Worldpanel - www.kantarworldpanel.com

Hipers e supers perdem quota mercado globalmente

28/07/2017

  • A quota de mercado de hipermercados e supermercados está a diminuir, à medida que os formatos de  online, discounts e tradicionais prosperam.

  • Em 2021, os hipermercados e supermercados representarão menos de metade do comércio total.

  • Hipermercados e supermercados crescem pouco sobretudo no Reino Unido, Coreia do Sul e Perú.

O Winning Omnichannel da Kantar Worldpanel – relatório anual sobre os canais de FMCG – demonstrou a diminuição da quota de mercado dos hipermercados e supermercados em todo o mundo. Em 2016, o valor das vendas FMCG destes canais cresceu apenas 0.7%, enquanto que o gasto no canal online cresceu 26%, discounts 5.1% e cash & carry 4.1%.

Tabela 1: Quota de mercado global FMCG e crescimento em 2016, por canal 

Canal Quota mercado global 2015 Quota mercado global 2016 % Aumento valor (yoy)
Online 3.8%  4.6%  26.0%

Discounts

 5.5% 5.6%  5.1% 
Conveniência  4.6% 4.6%  4.1% 
Cash & Carry  1.1% 1.4%  4.1% 
Hipers e supers  53.2% 52.0%  0.7% 
Tradicionais  26.1% 26.1%  3.2% 
Porta a porta  0.8% 0.8%  0.7% 
Drogaria e farma  0.6% 0.6%  0.9% 

A previsão é que a quota de mercado de hipers e supers em FMCG desça ainda mais, até 48% do gasto global em FMCG em 2021, com o canal online a crescer 7.5% e os discounts 6.5 %. 

Online

A percentagem de compras online FMCG continua a crescer, sobretudo nos mercados onde o e-commerce está mais desenvolvido como a Coreia do Sul, China e Reino Unido. 

Tabela 2: Quota em valor do canal online em cada mercado e percentagem de crescimento do gasto em FMCG no canal online, por mercado. (A quota de mercado é a percentagem das compras FMCG online versus o total de compras em todos os canais.) 

Canal Online - mercados que mais crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
China Continental 5.7% 53%
Coreia do Sul 19.7% 41%
Taiwan 5.7% 36%
Espanha 1.7% 29%
Portugal 1.0% 24%
 
Canal Online - mercados que menos crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
França 5.5% 8%
Reino Unido 7.3% 8%
Argentina 0.8% 7%
Japão 7.4% 5%
EUA 1.5% 5%


Discounts

Os discounts são o segundo canal que mais cresce em 2016 com uma evolução positiva em valor de 5.1%. A Colômbia foi o país em que este canal mais cresceu – 124% - país onde se registou mais de 600 aberturas de lojas em 2016.

Tabela 3: Quota em valor dos discounts em cada mercado e percentagem de crescimento do gasto em FMCG em discounts, por mercado. (A quota de mercado é a percentagem das compras FMCG em discounts versus o total de compras em todos os canais.)

Discounts - mercados que mais crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
Colômbia 7.0% 124%
Argentina 8.6% 32%
Brasil 1.6% 13%
Reino Unido 9.2% 11%
Equador 12.5% 7%


Hipermercados e supermercados

Este canal continua a crescer, mas a um ritmo lento de 0.7%. Teve algum sucesso em regiões em desenvolvimento da América Latina, mas está a lutar contra os discounts no Reino Unido e em Espanha, no Perú, onde o canal tradicional domina e na Coreia do Sul, onde o canal online está-se a tornar o canal dominante.

Tabela 4: Quota em valor dos Hipers e Supers em cada mercado e percentagem de crescimento do gasto em FMCG nos Hipers e Supers, por mercado.(A quota de mercado é a percentagem das compras FMCG dos Hipers e Supers versus o total de compras em todos os canais.)

Hipers e Supers - mercados que mais crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
Argentina 30.1% 25%
América Central 16.3% 20%
Brasil 53.7% 16%
Indonésia 7.9% 11%
México 18.8% 10%

 

Hipers e Supers - mercados que menos crescem Quota Mercado 2016  Crescimento 2016/2015
Malásia  70.2%  -1%
Espanha  66.5%  -1%
Reino Unido  62.7%  -3%
Perú  15.8%  -5%
Coreia do Sul  55.1%  -7%

 

Comércio Tradicional

Nas regiões em desenvolvimento, onde a distribuição moderna será o próximo passo, o comércio tradicional e outros formatos (porta-a-porta, cash & carry e farmácias) ainda têm um bom desempenho. Em África, por exemplo, onde o preço e a conectividade são fatores fundamentais, o comércio tradicional representa em média de 69.4% de quota em valor.

O gasto em FMCG nestes canais está a crescer mais que o total FMCG em 50% das regiões em todo o mundo.

Tabela 5: Quota em valor do Comércio Tradicional em cada mercado e percentagem de crescimento do gasto em FMCG no Comércio Tradicional. (A quota de mercado é a percentagem das compras FMCG do Comércio Tradicional versus o total de compras em todos os canais.) 

Comércio Tradicional - mercados que mais crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
Argentina 40.8% 27%
Brasil 24.8% 15%
Gana 99.7% 8%
Taiwan 56.3% 6%
Vietname 78.5% 5%

 

Comércio Tradicional - mercados que menos crescem Quota Mercado 2016 Crescimento 2016/2015
México 37.9% 0%
Espanha 10.8% -1%
Tailândia 52.2% -1%
Portugal 2.5 -1%
Arábia Saudita 36.9% -5%
Hipers e supers perdem quota mercado globalmente

Entre em contacto

Stéphane Roger
Global Shopper & Retail Director

Faça o download do relatório completo

Ligue-se @ nós
Newsletter
Twitter
LinkedIn

Our website uses cookies to improve the user experience.
By continuing to use this site you agree to our use of cookies. [Cookies policy]